O marketing de experiência é também conhecido como marketing sensorial. Isso porque seu principal objetivo é utilizar a emoção para atrair, engajar e fidelizar clientes. Essa tática trabalhará todo processo de contato com a marca, o que permite oferecer vivências únicas para cada pessoa. 

A fim de se destacar no mercado, é importante que a empresa passe uma boa imagem para o consumidor. Uma das formas de se sobressair é criar diferenciais que tornem o ato da compra mais satisfatório. Ações que geram respostas emocionais dos compradores — o que concebe vínculos com um produto ou marca — é um exemplo disso.

A partir deste artigo, aprenda aplicar essa estratégia no seu negócio.

Como fazer marketing de experiência

Antes de colocar o marketing sensorial em prática, é importante entender os tipos de experiências que são percebidas pelas pessoas. Elas são divididas em 5 grupos que podem ser combinados ou não. Entenda cada um deles.

Sentido

Os 5 sentidos do corpo humano (audição, visão, tato, olfato e paladar) permitem construir experiências memoráveis em cada indivíduo. Por exemplo:

  • lojas que têm cheiros bons;
  • o som da vinheta da Netflix;
  • e até mesmo degustações em estabelecimentos para as pessoas que aguardam na fila.

Sentimento

Todo negócio consegue gerar sentimentos no público, tanto positivos quanto negativos. Isso depende da sua própria empresa. O ideal é otimizar o contato com os clientes para que eles passem a nutrir sentimentos positivos pela sua marca. Um exemplo são as cartas personalizadas e os brindes enviados aos consumidores.

Fale com um especialista donaficaPowered by Rock Convert

Pensamento

Nesse ponto, a ideia é quebrar paradigmas e trazer novas perspectivas ao comprador, incentivando-os a pensar de forma diferente. Para isso, é interessante encontrar maneiras de gerar discussões e enfrentar tabus. Um exemplo são as campanhas de publicidade que abordam raças, credos, sexualidade e cores, que refletem os seus clientes fiéis e seu público.

Ação

Essa forma de aplicar marketing de experiência é bastante comum. Ela busca incentivar novos comportamentos, fazendo com que os consumidores se coloquem em ação. Alguns exemplos são ações promocionais e marketing de guerrilha, que proporcionam momentos inesquecíveis na vida dos indivíduos. 

Identificação

Cada vez mais pessoas buscam comprar produtos de empresas que fazem com que elas se sintam pertencentes àquela marca. Então, essa é a hora de fazer com que o consumidor se identifique com sua empresa. Aplique a tática acima e a fidelidade é garantida.

Exemplos de como aplicar essa estratégia

Fidelizar clientes sem encantá-los com uma ação memorável ou um produto eficiente torna-se uma tarefa ainda mais difícil. Por isso, a experiência de compra é um processo fundamental do marketing sensorial. Siga as ideias a seguir para implementar essa tática no seu negócio:

Benefícios do marketing de experiência 

Provavelmente, você já percebeu que essa tática do marketing é relevante para seu negócio. Contudo, você sabe quais são suas reais vantagens? Com os benefícios a seguir é possível entender como uma experiência bem trabalhada é fundamental para melhorar a relação com seus clientes e aumentar o número de vendas.

  • atrai mais consumidores;
  • gera vínculos emocionais com o usuário da sua marca;
  • aumenta da fidelização dos clientes;
  • explora os produtos além do óbvio;
  • favorece o aparecimento de feedbacks.

Ao entender o que é marketing de experiência e como ele pode ser aplicado, fica claro que essa é uma excelente estratégia para atrair um número maior de compradores. Afinal, ela faz com que as organizações afetem positivamente o emocional e o inconsciente dos consumidores — o que gera grandes vantagens em um mercado competitivo.

Se você deseja ler outros conteúdos que ajudam a otimizar sua empresa, assine nossa newsletter!