É fundamental saber como fazer uma pesquisa de mercado e aplicar as metodologias de estudo no negócio. Essa técnica busca a coleta de informações estratégias que vão ajudar a obter respostas do mercado a respeito das intenções de compra, além de detalhes sobre o nicho em que atua.

A estratégia é interessante tanto para quem está abrindo uma nova empresa quanto para quem já está na estrada e pretende lançar novos produtos. Portanto, basicamente, as funções da ferramenta são validar uma ideia de produto e ajudar a garantir o sucesso dos projetos de uma organização empresária.

Neste artigo, elaboramos um passo a passo que vai ajudar o empreendedor a fazer a sua própria pesquisa de mercado. Acompanhe com atenção e coloque as nossas dicas em prática agora mesmo!

1. Defina os objetivos

O primeiro passo para colocar em prática a sua pesquisa é a definição dos objetivos que devem ser alcançados. Nessa etapa, você deve se perguntar o seguinte: qual a resposta que eu quero encontrar com a minha pesquisa de mercado?

A ideia é entender se o seu produto está sendo aceito no mercado? Ou ainda, você quer lançar um novo produto, mas não sabe se ele tem chances de alcançar o sucesso? Independentemente do objetivo, a pesquisa de mercado precisa ter objetivos claros. São eles que vão ajudar em todo o seu desenvolvimento e aplicação do estudo.

Com essa informação bem clara, já é possível partir para a próxima etapa: o entendimento sobre o público-alvo.

2. Entenda o público-alvo

Uma vez que você já souber qual é o objetivo da pesquisa, procure responder a outra pergunta: a quem ela será destinada? Pode ser aos concorrentes, aos clientes ou aos fornecedores, por exemplo.

O público-alvo deverá ser definido a partir dos objetivos que você deseja alcançar e das especificidades do seu negócio. Essa etapa é muito importante, pois ela permite ter clareza e segurança com relação aos próximos passos.

Se pensarmos no exemplo citado anteriormente, uma pesquisa de aceitação de um determinado produto, ela deve ser direcionada para os consumidores. Nesse caso, o público-alvo da pesquisa seriam os próprios clientes e consumidores em potencial.

3. Delimite a pesquisa

A delimitação da pesquisa é o momento no qual você vai avaliar qual será o universo que integrará o seu estudo. Nesse sentido, é necessário pensar em vários pontos, como questões geográficas, faixa etária e perfil geral das pessoas que responderão ao seu questionário.

Você deve ter clareza com relação a isso pois a coleta de dados é uma etapa importante no estudo e vai fazer toda a diferença na obtenção de resultados. Se não houver uma delimitação bem feita, é provável que você tenha respostas que não são relevantes para a sua empresa e isso poderá impactar significativamente os resultados finais.

Por exemplo, se você vende produtos para o público feminino na faixa dos 20 aos 40 anos, não adianta fazer uma pesquisa com mulheres fora dessa faixa etária ou ainda com homens. As respostas de pessoas que não compõem o objetivo da sua empresa vão comprometer seriamente os resultados do estudo.

Fora isso, também é importante definir quantas pessoas você deseja alcançar com a sua pesquisa.

Fale com um especialista donaficaPowered by Rock Convert

4. Desenvolva o questionário

Ao delimitar questões conceituais, já é possível dar início ao desenvolvimento do questionário. As perguntas devem, obrigatoriamente, abranger todos os aspectos que a sua empresa quer analisar.

Tome muito cuidado com esta etapa. Pode parecer simples, mas a elaboração do questionário demanda estudo e conhecimento sobre o produto, o setor e o público que responderá a pesquisa. Além disso, cuidado com questionários muito extensos, se você incluir muitas perguntas, corre o risco de não conseguir as respostas para todas elas.

O seu questionário deve considerar objetivamente, o foco da pesquisa e a resposta que você deseja obter do seu cliente. No caso de análise de aceitação de um produto, por exemplo, limite-se às questões relacionadas ao item. Cuidado para não dispersar, solicitando informações que não são relevantes para o objetivo central da pesquisa.

Uma dica é começar com perguntas mais genéricas e, aos poucos, colocar aquelas mais específicas e direcionadas ao ponto central. Depois de elaborar o documento, é chegada a hora de distribuí-lo, e é aqui que encontramos outro ponto que merece atenção por parte do gestor. Entenda o porquê a seguir.

5. Aplique o questionário

Além da tradicional pesquisa pessoalmente, também é possível fazer as perguntas por telefone. Embora esses sejam os meios mais conhecidos, em grande parte dos casos eles não são os mais efetivos e práticos para a empresa.

A maioria das empresas tem apostado em questionários digitais, nos quais a coleta das respostas é feita em plataformas de pesquisa automatizadas. Você pode enviar ao participante um link via e-mail, ou integrar o questionário no próprio site da empresa.

Sem dúvida, as pesquisas e digitais são as que trazem mais resultado. Infelizmente, cada vez menos as pessoas estão dispostas a responder a serviços de telemarketing, além de que, ligações desse tipo podem causar uma antipatia com relação a sua empresa.

Para aumentar o engajamento e estimular os clientes a responderem o questionário, considere oferecer premiações ou sorteios pela participação na pesquisa. Essa é uma das estratégias mais comuns utilizadas pelas empresas e normalmente traz resultados altamente satisfatórios com relação ao engajamento de participantes.

6. Analise os resultados

Após atingir o limite de respostas previamente estipulado, é chegada a hora de analisar os resultados e obter as informações que vão corroborar o planejamento do seu negócio ou objetivo.

Lembrando que os resultados só trarão informações úteis para a empresa se eles estiverem focados em uma pesquisa bem elaborada, que estabeleceu um objetivo claro, delimitou o estudo e direcionou as perguntas para o público adequado.

As pesquisas de mercado ainda são a melhor forma que as empresas têm para conhecer os seus clientes, mercado e concorrência. Investir nessa estratégia é uma excelente forma de conseguir informações relevantes sobre o mercado. Tais informações podem ser utilizadas em todo o processo de gestão, estratégia e processo decisório dentro do negócio.

Viu como fazer uma pesquisa de mercado não é um bicho de sete cabeças? Ela é simples e oferece informações relevantes para o gestor e para a elaboração de estratégias no seu negócio. Investir nessa ferramenta traz mais segurança para a empresa, reduz custos e facilita o posicionamento da marca e dos produtos no mercado.

Você lembra que a gente falou sobre público-alvo e a importância de conhecer o seu cliente? Pois agora, que tal aprofundar o seu conhecimento a respeito do assunto? Então, confira este post e veja a importância de fazer uma pesquisa de público-alvo para uma estratégia eficaz!